9 de abr de 2015

Testei e aprovei: moldes para esmaltação

   Boa tarde meninas!

  
   No último post comentei que comprei as plaquinhas para esmaltar as unhas e hoje estou aqui para mostrar e falar para vocês o que achei delas.
Então, bora lá?

   Comecei o teste escolhendo as plaquinhas que serviram melhor nas minhas unhas, de forma que não ficassem nem muito grandes nem muito pequenas para não estragar a esmaltação. Encaixei elas nas unhas e lá fui eu testá-las. Antes de começar falando delas peço mil desculpas pela qualidade das fotos, pois esmaltei as unhas à noite na corrida e eu estava fora de casa, então as fotos e a esmaltação foram feitas no improviso. A luz para fotografar também não foi a ideal. Mas eu queria publicar logo este post, porque sei que vocês estão curiosas para ver se os moldes funcionam mesmo e para fazer sua encomenda na revistinha da Avon, haha.

Unhas já pintadas e com as plaquinhas


Plaquinhas sujinhas de esmalte

Resultado final da esmaltação com as plaquinhas

Depois de limpar os cantinhos

    Usei o esmalte Rouge da Dior, que eu postei aqui. Passei duas camadas dele, que cobriram perfeitamente as unhas. No dedo anelar usei o Disco Ball da Impala, também duas camadas. E por cima finalizei com uma camada do Tutti Frutti da Colorama.

  Gostei bastante das plaquinhas, principalmente porque elas serviram para o que eu estava precisando, isto é, para os momentos em que eu não tenho tempo suficiente para fazer uma esmaltação digna, haha. Elas servem muito bem para isto, mas é necessário que você tenha um pouco de paciência para esperar secar o esmalte e só então tirar os moldes das unhas. Do contrário as plaquinhas vão arrastar o esmalte molhado e você vai se incomodar, pois vai ocorrer o efeito contrário do que você queria. A esmaltação vai ficar borrada.

   Se você tiver um pouco de paciência e esperar secar o esmalte, elas realmente deixarão suas unhas bem limpinhas. Infelizmente a parte de cima das unhas ficam sujinhas, mas esmaltando com cuidado,  não borra tanto os cantos de cima delas. Na foto acima, o resultado não ficou bacana, porque fiz na pressa e acabei tirando as plaquinhas antes do tempo.

   Outro ponto negativo que percebi foi que algumas plaquinhas saem do lugar, mesmo tendo escolhido as que se adaptaram melhor nas minhas unhas, algumas ainda ficaram um pouco grandes. Foi o caso da plaquinha do dedo mindinho que ficou solta e eu também acabei tirando ela antes de secar o esmalte. A esmaltação não ficou impecável, mas sem as placas teria borrado bem mais e demoraria muito mais para limpar os cantinhos. A limpeza das plaquinhas é bem tranquila. Com acetona ou removedor de esmalte limpa-se facilmente as manchinhas.

  É isso gurias, espero que tenham gostado dessa resenha. Vou continuar usando-as e vou atualizando vocês sobre o que estou achando delas!

   Tenham um ótimo fim de semana e até semana que vem!

4 comentários:

  1. Interessante Manu, mas não sei se eu teria paciência. Já esmalto pouco minhas unhas por ter um monte de coisas pra fazer e não da tempo de esperar secar... Acho que pra mim essas plaquinhas não vão dar certo, hehehehe
    Mas são bem interessantes! Vale a dica!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Pois é Ju, no final das contas ele não é tão prático assim né. Ms sei lá, acho que ainda vale a pena, porque limpar os cantinhos é mais demorado ainda, ao menos pra mim. hehehe. Beijo Ju, ótimo fim de semana pra ti!

    ResponderExcluir
  3. Bah, adorei essa dica!!!
    Eu fico mais tempo limpando os borrados dos cantos das unhas do que esmaltando.
    Se eu encontrar uma revendedora da Avon por aqui, é certo q vou encomendar.
    Obrigada Manu por sempre mostrar novidades!
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Compra sim, porque quebra um galhão nas horas de pressa! Beijoo

    ResponderExcluir